Filigrana

A filigrana portuguesa já se tornou num dos símbolos nacionais.

Este técnica milenar era, muitas vezes, praticada em pequenas oficinas de cariz familiar. A técnica foi passada de geração em geração, até conquistar o coração dos portugueses.

Reproduzir vídeo

Processo de produção das peças em filigrana

1. Desenho

Tudo começa pelo desenho. Este é o ponto de partida para a criação de uma peça em filigrana portuguesa. O desenho é, geralmente, feito numa folha de papel e representa, de forma pormenorizada, a forma e detalhes da peça.

2. Fundição

Para obter o material com as propriedades certas é preciso fundir os diversos metais que compõem a liga num cadinho. Isto aplica-se tanto para o ouro como para a prata. Depois, o conteúdo do cadinho é vazado para a rilheira.

3. Serragem da chapa

O molde que dará a forma à peça de filigrana portuguesa é desenhado num papel. Depois é decalcado para a chapa, que é cortada de acordo com o molde.

4. Puxar o fio

Para obter o fio da espessura de um cabelo, o metal é vazado pelas aberturas de um trefilador. O fio é depois puxado à mão, com o auxílio de uma tenaz, por entre as aberturas.

5. Torcer o fio

Para que o fio de filigrana portuguesa se torne mais resistente, dois fios são unidos através da torção.

6. Criar a estrutura

A estrutura é construída à volta do molde com o auxílio de uma pinça. É esta que dá forma e rigidez à peça de filigrana.

7. Enchimento

Nesta fase, os espaços vazios da estrutura são preenchidos com fio de filigrana.

8. Aplicar a solda

Para unir os diferentes elementos é necessário soldar a peça de filigrana portuguesa. Para isso, é necessário aplicar de forma uniforme a solda, elemento ligante.

9. Soldar

Soldar uma peça de filigrana portuguesa exige uma concentração e precisão, uma vez que se trata de um elemento delicado. No final, existe uma ligação uniforme e rígida dos diferentes elementos que constituem a peça.

10. Moldar

De seguida é preciso moldar. Com a utilização de um martelo ou embutidor é possível conferir relevo à peça.

11. Acabamento final

Para finalizar, a peça de filigrana portuguesa recebe um banho ácido e é, posteriormente, areada com uma escova de metal. De seguida, a peça e limpa e seca. É este processo que confere o brilho final.

Eternamente Jóias

Peças que eternizam momentos

error: Este conteúdo está protegido por direitos de autor.